Java ::: Pacote java.awt.event ::: KeyEvent

Java Swing - Como obter o caractere da tecla pressionada usando o método getKeyChar() da classe KeyEvent do Java

Quantidade de visualizações: 2229 vezes
Em algumas situações nós precisamos obter o caractere da tecla pressionada em nossas aplicações Java Swing. Para isso podemos usar o método getKeyChar() da classe KeyEvent. Veja sua assinatura:

Este trecho de código ou resolução de exercício faz parte do Super Pack +10.000 Dicas e Truques de Programação e +500 Exercícios Resolvidos em Java, Delphi, C#, C, C++, Python, VB.NET, Golang, Pascal, Ruby, PHP, e várias outras linguagens.

Liberar Acesso


O retorno do método é um char representando o caractere associado à tecla "digitada" (pressionada e liberada). Veja um trecho de código no qual temos uma janela JFrame que implementa a interface KeyListener e reage ao evento keyTyped() mostrando a letra digitada:

Este trecho de código ou resolução de exercício faz parte do Super Pack +10.000 Dicas e Truques de Programação e +500 Exercícios Resolvidos em Java, Delphi, C#, C, C++, Python, VB.NET, Golang, Pascal, Ruby, PHP, e várias outras linguagens.

Liberar Acesso

É importante observar que o valor retornado pelo método getKeyChar() só possui sentido quando usado com eventos KEY_TYPED, uma vez que o caractere não é exibido quando o método é usado com os eventos KEY_PRESSED e KEY_RELEASED. Note ainda que a tecla Shift pode ser usada durante este evento. Assim, se combinarmos Shift + "s", o retorno será "S".

Este método retorna o valor da constante KeyEvent.CHAR_UNDEFINED se um caractere Unicode válido não existir para o evento de "digitação" da tecla.


C ::: Dicas & Truques ::: Arquivos e Diretórios

Como abrir ou criar arquivos em C usando a função fopen()

Quantidade de visualizações: 64940 vezes
Há muitas situações nas quais precisamos ler ou gravar dados em arquivos a partir de nossos programas C. O primeiro passo para esta tarefa é aprender a usar a função fopen(). Esta função é a responsável por conectar um ponteiro de arquivos ao arquivo que queremos manipular. Veja sua assinatura:

Este trecho de código ou resolução de exercício faz parte do Super Pack +10.000 Dicas e Truques de Programação e +500 Exercícios Resolvidos em Java, Delphi, C#, C, C++, Python, VB.NET, Golang, Pascal, Ruby, PHP, e várias outras linguagens.

Liberar Acesso


O parâmetro nome é uma string que indica o nome do arquivo a ser aberto ou criado. O parâmetro modo indica se o arquivo será aberto para leitura, escrita ou ambos.

Antes de continuarmos, veja um trecho de código que tenta abrir um arquivo chamado "testes.txt" localizado no diretório "c:\":

Este trecho de código ou resolução de exercício faz parte do Super Pack +10.000 Dicas e Truques de Programação e +500 Exercícios Resolvidos em Java, Delphi, C#, C, C++, Python, VB.NET, Golang, Pascal, Ruby, PHP, e várias outras linguagens.

Liberar Acesso

Veja que a primeira linha declara um ponteiro para a estrutura FILE e atribui a este ponteiro o resultado de uma chamada à função fopen(). Se o arquivo for aberto com sucesso, poderemos manipulá-lo a partir do ponteiro *arquivo. Do contrário, o valor NULL será retornado.

A linguagem C padrão permite a definição dos seguintes modos de abertura de arquivos:

a - abre um arquivo para inserção. Se o arquivo não existir, o sistema operacional tentará criá-lo.

r - abre um arquivo existente para leitura.

w - abre um arquivo para escrita. Se o arquivo não existir, o sistema operacional tentará criá-lo. Se o arquivo existir, todo o seu conteúdo será substituído pelo novo conteúdo.

r+ - abre um arquivo existente para leitura e gravação.

w+ - abre um arquivo para leitura e escrita. Se o arquivo não existir, o sistema operacional tentará criá-lo. Se o arquivo existir, todo o seu conteúdo será substituído pelo novo conteúdo.

a+ - abre um arquivo para inserção e leitura. Se o arquivo não existir, o sistema operacional tentará criá-lo.


Delphi ::: Classes, Controles e Componentes ::: TRegistry (Registro do Windows)

Como excluir chaves no registro do Windows usando Delphi a função DeleteKey() da classe TRegistry do Delphi

Quantidade de visualizações: 12552 vezes
Em algumas situações precisamos excluir determinadas chaves do registro do Windows. Para isso podemos usar o método DeleteKey() da classe TRegistry. Este método recebe uma string especificando a chave a ser excluída e retorna um valor Boolean, informando o sucesso da operação.

Veja um trecho de código no qual tentamos excluir uma chave com o nome de "Arquivo de Códigos" localizada sob a chave raiz HKEY_CURRENT_USER:

Este trecho de código ou resolução de exercício faz parte do Super Pack +10.000 Dicas e Truques de Programação e +500 Exercícios Resolvidos em Java, Delphi, C#, C, C++, Python, VB.NET, Golang, Pascal, Ruby, PHP, e várias outras linguagens.

Liberar Acesso


Note que este método remove a chave e todas as informações associadas a ela. Porém, se a chave possuir sub-chaves, estas deverão ser removidas individualmente antes de excluirmos a chave mãe.

Para fins de compatibilidade, esta dica foi escrita usando Delphi 2009.


C++ ::: Dicas & Truques ::: Programação Orientada a Objetos

Programação Orientada a Objetos em C++ - Como criar e usar métodos estáticos em suas classes C++

Quantidade de visualizações: 11671 vezes
Como já vimos em outras dicas desta seção, uma classe C++ possui propriedades (variáveis) e métodos (funções). Veja a seguinte declaração de uma classe Produto:

Este trecho de código ou resolução de exercício faz parte do Super Pack +10.000 Dicas e Truques de Programação e +500 Exercícios Resolvidos em Java, Delphi, C#, C, C++, Python, VB.NET, Golang, Pascal, Ruby, PHP, e várias outras linguagens.

Liberar Acesso

Aqui cada instância da classe Produto terá suas próprias variáveis nome e preco e os métodos que permitem acesso e alteração destas variáveis também estão disponíveis a cada instância.

Há, porém, situações nas quais gostaríamos que um determinado método estivesse atrelado à classe e não à cada instância individual. Desta forma, é possível chamar um método de uma classe sem a necessidade da criação de instâncias da mesma.

Métodos estáticos em C++ podem ser criados por meio do uso da palavra-chave static. É comum tais métodos serem declarados com o modificador public, o que os torna acessíveis fora da classe na qual estes foram declarados. Veja um exemplo:

Este trecho de código ou resolução de exercício faz parte do Super Pack +10.000 Dicas e Truques de Programação e +500 Exercícios Resolvidos em Java, Delphi, C#, C, C++, Python, VB.NET, Golang, Pascal, Ruby, PHP, e várias outras linguagens.

Liberar Acesso

Aqui nós temos os códigos da definição e implementação da classe Pessoa em apenas um arquivo (main.cpp). Em uma aplicação real é interessante colocar estas partes em arquivos separados (.h e .cpp). Note que o método estático isCPFValido() foi declarado assim:

static bool isCPFValido(string);

Desta forma, podemos chamá-la a partir de código externo à classe sem a necessidade de criar uma nova instância da mesma. Veja:

if(Pessoa::isCPFValido("12345")){}

É importante notar que métodos estáticos não possuem acesso a variáveis e métodos não estáticos da classe, tampouco ao ponteiro this (que só existe quando criamos instâncias da classe). Assim, o trecho de código abaixo:

Este trecho de código ou resolução de exercício faz parte do Super Pack +10.000 Dicas e Truques de Programação e +500 Exercícios Resolvidos em Java, Delphi, C#, C, C++, Python, VB.NET, Golang, Pascal, Ruby, PHP, e várias outras linguagens.

Liberar Acesso

vai gerar o seguinte erro de compilação:

invalid use of member `Pessoa::nome' in static member function.

Se usarmos this->nome a mensagem de erro de compilação será:

`this' is unavailable for static member functions.

Métodos estáticos são úteis quando precisamos criar classes que atuarão como suporte, nas quais poderemos chamar funções (métodos) auxiliares sem a necessidade de criar novas instâncias a cada vez que estas funções forem necessárias.


Delphi ::: VCL - Visual Component Library ::: TComboBox

Como retornar o índice do item selecionado em um ComboBox do Delphi usando a propriedade ItemIndex

Quantidade de visualizações: 16726 vezes
Em algumas situações precisamos saber o índice do item selecionado em um ComboBox. Isso pode ser feito por meio da propriedade ItemIndex da classe TComboBox. Esta propriedade retorna um valor inteiro representando um índice começando em 0, ou seja, o índice do primeiro item é 0. Se nenhum item estiver selecionado, o valor -1 será retornado.

Veja o código:

Este trecho de código ou resolução de exercício faz parte do Super Pack +10.000 Dicas e Truques de Programação e +500 Exercícios Resolvidos em Java, Delphi, C#, C, C++, Python, VB.NET, Golang, Pascal, Ruby, PHP, e várias outras linguagens.

Liberar Acesso

Para fins de compatibilidade, esta dica foi escrita usando Delphi 2009.


Java ::: Classes e Componentes ::: JMenuBar, JMenu, JMenuItem e Afins

Java Swing - Como usar objetos da classe JCheckBoxMenuItem como itens de menu de suas aplicações Java Swing

Quantidade de visualizações: 7340 vezes
Neste exemplo mostrarei como usar objetos da classe JCheckBoxMenuItem como itens de um menu. Tais itens podem ser usados quando o usuário puder marcar uma ou mais opções, em um grupo relacionado de opções.

Veja o resultado na imagem abaixo:



E agora o código completo para o exemplo:

Este trecho de código ou resolução de exercício faz parte do Super Pack +10.000 Dicas e Truques de Programação e +500 Exercícios Resolvidos em Java, Delphi, C#, C, C++, Python, VB.NET, Golang, Pascal, Ruby, PHP, e várias outras linguagens.

Liberar Acesso



Java ::: Pacote java.net ::: HttpURLConnection

Como usar o método GET da classe HttpURLConnection do Java para enviar dados a uma página PHP, JSP, ASP.NET, etc

Quantidade de visualizações: 5417 vezes
Em algumas situações gostaríamos de enviar uma solicitação HTTP do tipo GET a uma página PHP, JSP, ASP.NET, etc, a partir de nossos programas Java. Para isso podemos usar um objeto da classe HttpURLConnection. Para este exemplo eu mostrarei como enviar uma requisição GET para uma página PHP e retornar o resultado da soma de dois números.

Comece analisando o código para o documento somar.php:

Este trecho de código ou resolução de exercício faz parte do Super Pack +10.000 Dicas e Truques de Programação e +500 Exercícios Resolvidos em Java, Delphi, C#, C, C++, Python, VB.NET, Golang, Pascal, Ruby, PHP, e várias outras linguagens.

Liberar Acesso

Este código PHP não apresenta muitos segredos: obtemos dois números passados via GET, efetuamos a soma dos dois e escrevemos o resultado na página. Veja agora o código completo para a aplicação Java:

Este trecho de código ou resolução de exercício faz parte do Super Pack +10.000 Dicas e Truques de Programação e +500 Exercícios Resolvidos em Java, Delphi, C#, C, C++, Python, VB.NET, Golang, Pascal, Ruby, PHP, e várias outras linguagens.

Liberar Acesso

Ao executar o programa, teremos uma mensagem no console parecida com:

A soma dos dois números é: 35


Delphi ::: Dicas & Truques ::: Ponteiros, Referências e Memória

Como usar nil para testar ou indicar que um ponteiro Delphi não referencia nenhuma posição de memória

Quantidade de visualizações: 13488 vezes
O propósito dos ponteiros é nos permitir acessar e manipular os valores de outras variáveis. Isso é feito acessando-se diretamente o endereço de memória destas variáveis. Porém, há situações nas quais queremos testar se um determinado ponteiro está realmente apontando para um local na memória. Veja o seguinte trecho de código:

Este trecho de código ou resolução de exercício faz parte do Super Pack +10.000 Dicas e Truques de Programação e +500 Exercícios Resolvidos em Java, Delphi, C#, C, C++, Python, VB.NET, Golang, Pascal, Ruby, PHP, e várias outras linguagens.

Liberar Acesso

Ao executarmos este código nós teremos um valor aleatório sendo exibido (e um warning do tipo W1036 Variable 'pvalor' might not have been initialized. Isso acontece porque criamos um ponteiro para um Integer mas não indicamos o endereço da variável para a qual ele aponta, ou seja, até o momento este ponteiro é nulo (não aponta para nenhuma posição de memória). Mova a declaração do ponteiro para a seção interface e verá que código compilará mas teremos uma exceção do tipo EAccessViolation (Exception class EAccessViolation with message 'Access violation at address ... in module ...). Clássico erro de lógica. Estamos tentando acessar dados não existentes na memória.

Esta situação pode ser evitada testando se o ponteiro ainda é nulo antes de tentarmos desreferenciá-lo. Veja:

Este trecho de código ou resolução de exercício faz parte do Super Pack +10.000 Dicas e Truques de Programação e +500 Exercícios Resolvidos em Java, Delphi, C#, C, C++, Python, VB.NET, Golang, Pascal, Ruby, PHP, e várias outras linguagens.

Liberar Acesso

Note que movi a declaração do ponteiro para a secão interface, de forma a torná-la global. Isso evita que o ponteiro seja automaticamente inicializado (o que sempre acontece com as variáveis locais). Ao executar o código novamente você verá a mensagem indicando que o ponteiro ainda é nulo.

Podemos também usar nil para, explicitamente, marcar um ponteiro como nulo, ou seja, definir que o ponteiro não aponta para nenhum local na memória. Comece declarando as variáveis abaixo na seção interface do formulário:

valor: Integer;
pvalor: ^Integer;

Em seguida coloque o código abaixo no evento Click de um botão:

Este trecho de código ou resolução de exercício faz parte do Super Pack +10.000 Dicas e Truques de Programação e +500 Exercícios Resolvidos em Java, Delphi, C#, C, C++, Python, VB.NET, Golang, Pascal, Ruby, PHP, e várias outras linguagens.

Liberar Acesso

Sempre que marcamos um ponteiro como nil, a memória até então ocupada por ele é liberada para uso por parte do sistema operacional ou demais programas. Este procedimento ajuda a evitar os vazamentos de memória (memory leak) tão frequentes em códigos que trabalham com memória alocada dinamicamente.

Para fins de compatibilidade, esta dica foi escrita usando Delphi 2009.


Java ::: Lista de Exercícios Resolvidos (Algorítmos Resolvidos) ::: Java Básico

Exercícios Resolvidos de Java - Ler um número inteiro, separar seus dígitos e imprimí-los individualmente separados por espaços

Quantidade de visualizações: 16676 vezes
Pergunta/Tarefa:

Escreva um programa Java console ou GUI que leia um inteiro de três dígitos, separe o valor em seus dígitos correspondentes e imprima-os individualmente separados por espaço. Por exemplo, se o usuário informar o valor 398, seu programa deverá exibir 3 9 8. Veja a saída que deverá ser gerada (use apenas os operadores aritméticos para a realização desta tarefa):

Este trecho de código ou resolução de exercício faz parte do Super Pack +10.000 Dicas e Truques de Programação e +500 Exercícios Resolvidos em Java, Delphi, C#, C, C++, Python, VB.NET, Golang, Pascal, Ruby, PHP, e várias outras linguagens.

Liberar Acesso
Resposta/Solução:

Veja a resolução comentada deste exercício usando Java console:

Este trecho de código ou resolução de exercício faz parte do Super Pack +10.000 Dicas e Truques de Programação e +500 Exercícios Resolvidos em Java, Delphi, C#, C, C++, Python, VB.NET, Golang, Pascal, Ruby, PHP, e várias outras linguagens.

Liberar Acesso



Delphi ::: Dicas & Truques ::: Imagens

Como capturar um screenshot da área de trabalho e salvá-lo como um Bitmap usando Delphi

Quantidade de visualizações: 12546 vezes
Em algumas situações precisamos capturar um screenshot da área de trabalho (Windows Desktop) e salvá-lo como um Bitmap. Esta dica mostra como isso pode ser feito. Note que aqui estamos salvando o bitmap gerado no mesmo diretório do executável. Caso queira salvar o resultado em outra pasta ou diretório, consulte minhas dicas sobre a manipulação de arquivos e diretórios usando Delphi.

Veja o código (coloquei no evento OnClick de um botão:

Este trecho de código ou resolução de exercício faz parte do Super Pack +10.000 Dicas e Truques de Programação e +500 Exercícios Resolvidos em Java, Delphi, C#, C, C++, Python, VB.NET, Golang, Pascal, Ruby, PHP, e várias outras linguagens.

Liberar Acesso

Para fins de compatibilidade, esta dica foi escrita usando Delphi 2009.

Carregar Publicações Anteriores


Nossas 20 dicas & truques de programação mais recentes

Últimos Projetos e Códigos Fonte Liberados Para Apoiadores do Site

Últimos Exercícios Resolvidos

Nossas 20 dicas & truques de programação mais populares

JSP (Java Server Pages) - O que é JavaMail?

Você também poderá gostar das dicas e truques de programação abaixo

Linguagens Mais Populares

1º lugar: Java
2º lugar: C#
3º lugar: PHP
4º lugar: Delphi
5º lugar: Python
6º lugar: JavaScript
7º lugar: C
8º lugar: C++
9º lugar: VB.NET
10º lugar: Ruby

Últimos Projetos e Códigos Fonte Liberados Para Apoiadores do Site

Últimos Exercícios Resolvidos

Quem Somos

Osmar J. Silva
Programador Freelancer
WhatsApp +55 (062) 98553-6711

Goiânia-GO
Programador Freelancer - Full Stack Developer, Professional Java Developer, PHP, C/C++, Python Programmer, wxWidgets Professional C++ Programmer, Freelance Programmer. Formado em Ciência da Computação pela UNIP (Universidade Paulista Campus Goiânia) e cursando Engenharia Elétrica pela PUC-Goiás. Possuo conhecimentos avançados de Java, Python, JavaScript, C, C++, PHP, C#, VB.NET, Delphi, Android, Perl, e várias tecnologias que envolvem o desenvolvimento web, desktop, front-end e back-end. Atuo há mais de 15 anos como programador freelancer, atendendo clientes no Brasil, Portugal, Argentina e vários outros paises.
Entre em contato comigo para, juntos, vermos em que posso contribuir para resolver ou agilizar o desenvolvimento de seus códigos.
José de Angelis
Programador Freelancer
WhatsApp +55 (062) 98243-1195

Goiânia-GO
Programador Freelancer - Formado em Sistemas de Informação pela Faculdade Delta, Pós graduado em Engenharia de Software (PUC MINAS), Pós graduado Marketing Digital (IGTI) com ênfase em Growth Hacking. Mais de 15 anos de experiência em programação Web. Marketing Digital focado em desempenho, desenvolvimento de estratégia competitiva, analise de concorrência, SEO, webvitals, e Adwords, Métricas de retorno. Especialista Google Certificado desde 2011 Possui domínio nas linguagens PHP, C#, JavaScript, MySQL e frameworks Laravel, jQuery, flutter. Atualmente aluno de mestrado em Ciência da Computação (UFG)
Não basta ter um site. É necessário ter um site que é localizado e converte usuários em clientes. Se sua página não faz isso, Fale comigo e vamos fazer uma analise e conseguir resultados mais satisfatórios..


© 2021 Arquivo de Códigos - Todos os direitos reservados | Versión en Español | Versão em Português