Desafios e Lista de Exercícios Resolvidos: Java | Python | VisuAlg | Portugol | C | C# | VB.NET | C++
Você está aqui: AutoCAD VBA ::: Dicas & Truques ::: Polyline - Polilinha

Como extrair as coordenadas de uma polilinha do AutoCAD e salvar em um arquivo texto usando AutoCAD VBA

Quantidade de visualizações: 137 vezes
Nesta dica mostrarei como podemos usar a linguagem AutoCAD VBA para extrair as coordenadas dos vértices de uma polilinha e salvar essas coordenadas em um arquivo texto. Veja que no exemplo eu usei um objeto AcadLWPolyline, que possui apenas as coordenas x e y para cada um dos seus vértices. Em outras dicas dessa seção eu mostro como isso pode ser feito para polilinhas 3D.

A polilinha é selecionada na área de desenho do AutoCAD usando a função ThisDrawing.Utility.GetEntity. Depois da seleção, nós obtemos as coordenadas da polilinha usando a propriedade Coordinates. O passo seguinte é percorrer esse vetor de coordenadas usando um laço For e as funções LBound e UBound, que retornam o índice inicial e o índice final do vetor.

Note também o uso da função Format para formatar a quantidade de casas decimais na hora de gravar as coordenadas no arquivo texto.

Veja o código AutoCAD VBA completo para o exemplo:

Este trecho de código ou resolução de exercício faz parte da Coleção 12.000 Dicas e Truques de Programação e 1.500 Exercícios Resolvidos em Java, Python, VisuAlg, Portugol, Delphi, C#, C, C++, VB.NET, AutoCAD, Civil 3D, Revit, PyQGIS, Golang, Pascal, Ruby, PHP, e várias outras linguagens.

Aprenda a programar resolvendo problemas do mundo real. Tudo em português, com comentários em português.

Apenas R$ 10,90 (3 Meses de Acesso)

Quero Ser Apoiador(a)


Ao executar este código AutoCAD VBA e selecionar uma polilinha na área de desenho do AutoCAD, um arquivo coordenadas.txt será gravado com as seguintes informações:

X = 73,848; Y = 32,408
X = 41,948; Y = 34,997
X = 28,083; Y = 22,388
X = 55,249; Y = 9,328
X = 79,259; Y = 12,593

Comprimento da polilinha: 125,659
Número de vértices: 5

Link para compartilhar na Internet ou com seus amigos:

C# ::: Windows Forms ::: DataGridView

Como retornar a coluna da célula selecionada em um DataGridView do C# Windows Forms

Quantidade de visualizações: 14468 vezes
Muitas vezes precisamos obter a coluna atual de uma determinada célula selecionada no DataGridView. Isso pode ser feito obtendo-se o índice da coluna da célula selecionada e então fornecendo este índice para a propriedade Columns da classe DataGridView. O retorno será um objeto da classe DataGridViewColumn, que representa uma coluna no DataGridView. Podemos usar esta classe para obter o índice da coluna que contém a célula selecionada, percorrer todas as células de uma determinada coluna, etc.

Veja um trecho de código no qual obtemos o DataGridViewColumn representando a coluna da célula selecionada:

Este trecho de código ou resolução de exercício faz parte da Coleção 12.000 Dicas e Truques de Programação e 1.500 Exercícios Resolvidos em Java, Python, VisuAlg, Portugol, Delphi, C#, C, C++, VB.NET, AutoCAD, Civil 3D, Revit, PyQGIS, Golang, Pascal, Ruby, PHP, e várias outras linguagens.

Aprenda a programar resolvendo problemas do mundo real. Tudo em português, com comentários em português.

Apenas R$ 10,90 (3 Meses de Acesso)

Quero Ser Apoiador(a)



Java ::: Pacote java.lang ::: String

Como obter um objeto String a partir de um StringBuffer ou StringBuilder do Java

Quantidade de visualizações: 2932 vezes
As classes StringBuffer e StringBuilder possuem as mesmas funcionalidades. A diferença é que StringBuilder não é segura em relação à threads e está sendo rapidamente substituída pela classe StringBuffer. Ambas são parecidos com uma String, com a diferença que um StringBuffer ou StringBuilder pode ser modificado in-place, ou seja, modificações em seu conteúdo não geram uma nova cópia, como acontece com objetos da classe String.

Nesta dica eu mostrarei como criar novos objetos String a partir do conteúdo de um StringBuffer ou StringBuilder. Vamos começar analisando os construtores da classe String que permitem passar um objeto StringBuffer ou StringBuilder:

Este trecho de código ou resolução de exercício faz parte da Coleção 12.000 Dicas e Truques de Programação e 1.500 Exercícios Resolvidos em Java, Python, VisuAlg, Portugol, Delphi, C#, C, C++, VB.NET, AutoCAD, Civil 3D, Revit, PyQGIS, Golang, Pascal, Ruby, PHP, e várias outras linguagens.

Aprenda a programar resolvendo problemas do mundo real. Tudo em português, com comentários em português.

Apenas R$ 10,90 (3 Meses de Acesso)

Quero Ser Apoiador(a)


Resultado parecido pode ser obtido sem o uso dos construtores String(StringBuilder builder) e String(StringBuffer buffer). Veja:

Este trecho de código ou resolução de exercício faz parte da Coleção 12.000 Dicas e Truques de Programação e 1.500 Exercícios Resolvidos em Java, Python, VisuAlg, Portugol, Delphi, C#, C, C++, VB.NET, AutoCAD, Civil 3D, Revit, PyQGIS, Golang, Pascal, Ruby, PHP, e várias outras linguagens.

Aprenda a programar resolvendo problemas do mundo real. Tudo em português, com comentários em português.

Apenas R$ 10,90 (3 Meses de Acesso)

Quero Ser Apoiador(a)


Agora nós usamos o método toString() da classe StringBuffer para converter seu conteúdo em uma string e atribuí-lo à variável fraseString.


C++ ::: Dicas & Truques ::: Programação Orientada a Objetos

Programação Orientada a Objetos em C++ - Como usar construtores em suas classes C++

Quantidade de visualizações: 15607 vezes
Quando um objeto de uma classe C++ é criado, a linguagem chama um construtor para tal classe. Se nenhum construtor estiver definido, um construtor padrão é invocado. Este construtor aloca memória para o objeto, mas não o inicializa.

Um construtor é um método que definimos em nossas classes C++ e que possui o mesmo nome da classe. Um construtor não possui tipo de retorno e não retorna nenhum valor. Em geral construtores são públicos, mas, é possível termos construtores privados. Neste caso, somente um método estático da classe poderia criar novos objetos da classe (quando puder dê uma olhada no padrão de projeto Singleton).

O uso mais frequente dos métodos construtores é quando queremos inicializar valores das variáveis e demais recursos no momento da criação de uma nova instância da classe. Esta é uma técnica útil, visto que não precisamos dispor de esforço extra para inicializar as variáveis de instância de um objeto, individualmente, após sua criação.

Vamos ver um exemplo da definição e uso de construtores em uma classe C++? Comece analisando o código para o arquivo de definição da classe Pessoa:

Código para Pessoa.h:

Este trecho de código ou resolução de exercício faz parte da Coleção 12.000 Dicas e Truques de Programação e 1.500 Exercícios Resolvidos em Java, Python, VisuAlg, Portugol, Delphi, C#, C, C++, VB.NET, AutoCAD, Civil 3D, Revit, PyQGIS, Golang, Pascal, Ruby, PHP, e várias outras linguagens.

Aprenda a programar resolvendo problemas do mundo real. Tudo em português, com comentários em português.

Apenas R$ 10,90 (3 Meses de Acesso)

Quero Ser Apoiador(a)


Veja a assinatura do método construtor:

Pessoa(string, string, int);

Note que na lista de parâmetros do construtor não precisamos informar os nomes dos parâmetros, apenas seus tipos. Veja agora o arquivo de implementação para esta classe:

Código para Pessoa.cpp:

Este trecho de código ou resolução de exercício faz parte da Coleção 12.000 Dicas e Truques de Programação e 1.500 Exercícios Resolvidos em Java, Python, VisuAlg, Portugol, Delphi, C#, C, C++, VB.NET, AutoCAD, Civil 3D, Revit, PyQGIS, Golang, Pascal, Ruby, PHP, e várias outras linguagens.

Aprenda a programar resolvendo problemas do mundo real. Tudo em português, com comentários em português.

Apenas R$ 10,90 (3 Meses de Acesso)

Quero Ser Apoiador(a)


Note que na implementação do método construtor nós recebemos os argumentos para os parâmetros e os usamos para inicializar as variáveis privadas da instância da classe. Observe o uso do ponteiro this para nos referirmos à instância atual da classe Pessoa.

Finalmente, veja o código para o método main() do programa. É aqui que criamos um novo objeto da classe Pessoa e usamos seu método construtor para inicializar suas variáveis privadas de uma só vez:

Código para main.cpp:

Este trecho de código ou resolução de exercício faz parte da Coleção 12.000 Dicas e Truques de Programação e 1.500 Exercícios Resolvidos em Java, Python, VisuAlg, Portugol, Delphi, C#, C, C++, VB.NET, AutoCAD, Civil 3D, Revit, PyQGIS, Golang, Pascal, Ruby, PHP, e várias outras linguagens.

Aprenda a programar resolvendo problemas do mundo real. Tudo em português, com comentários em português.

Apenas R$ 10,90 (3 Meses de Acesso)

Quero Ser Apoiador(a)


Além do construtor, uma classe C++ possui também um método destrutor. Veja minhas dicas relacionadas a este assunto para aprender como definir e usar destrutores em suas classes C++.


JavaFX ::: Pacote javafx.scene.layout (Package javafx.scene.layout) ::: HBox (Classe HBox)

Como definir o espaço interno do HBox do JavaFX usando o método setPadding()

Quantidade de visualizações: 758 vezes
Em algumas situações nós precisamos definir o espaço interno, ou seja, o padding, do gerenciador de layout HBox. Para isso nós podemos usar o método setPadding() e fornecer a ele um objeto da classe javafx.geometry.Insets. Este método é herdado da classe javafx.scene.layout.Region.

Lembre-se de que a função setPadding() define o espaço interno do VBox, ou seja, o espaço que deverá existir entre suas margens e os componentes contidos nele.

Veja um trecho de código JavaFX no qual temos um gerenciador de layout HBox e três botões:

Este trecho de código ou resolução de exercício faz parte da Coleção 12.000 Dicas e Truques de Programação e 1.500 Exercícios Resolvidos em Java, Python, VisuAlg, Portugol, Delphi, C#, C, C++, VB.NET, AutoCAD, Civil 3D, Revit, PyQGIS, Golang, Pascal, Ruby, PHP, e várias outras linguagens.

Aprenda a programar resolvendo problemas do mundo real. Tudo em português, com comentários em português.

Apenas R$ 10,90 (3 Meses de Acesso)

Quero Ser Apoiador(a)


Execute este código, experimente alterar os valores do objeto Insets fornecido ao método setPadding e veja os resultados obtidos.


Delphi ::: Dicas & Truques ::: Matemática e Estatística

Como calcular desvio padrão em Delphi - Delphi para Matemática e Estatística

Quantidade de visualizações: 1905 vezes
Em Matemática e Estatística, o Desvio padrão (em inglês: Standard Deviation) é uma medida de dispersão, ou seja, é uma medida que indica o quanto um conjunto de dados é uniforme. Quando o desvio padrão é baixo, isso quer dizer que os dados do conjunto estão mais próximos da média.

Como calcular o desvio padrão de um conjunto de dados? Vamos começar analisando a fórmula mais difundida na matemática e na estatística:

\[\sigma = \sqrt{ \frac{\sum_{i=1}^N (x_i -\mu)^2}{N}}\]

Onde:

a) __$\sigma__$ é o desvio;
b) __$x_i__$ é um valor qualquer no conjunto de dados na posição i;
c) __$\mu__$ é a média aritmética dos valores do conjunto de dados;
d) N é a quantidade de valores no conjunto.

O somatório dentro da raiz quadrada nos diz que devemos somar todos os elementos do conjunto, desde a posição 1 até a posição n, subtrair cada valor pela média do conjunto e elevar ao quadrado. Obtida a soma, nós a dividimos pelo tamanho do conjunto.

Veja o código Delphi completo que obtém o desvio padrão a partir de um conjunto de dados contendo quatro valores:

Este trecho de código ou resolução de exercício faz parte da Coleção 12.000 Dicas e Truques de Programação e 1.500 Exercícios Resolvidos em Java, Python, VisuAlg, Portugol, Delphi, C#, C, C++, VB.NET, AutoCAD, Civil 3D, Revit, PyQGIS, Golang, Pascal, Ruby, PHP, e várias outras linguagens.

Aprenda a programar resolvendo problemas do mundo real. Tudo em português, com comentários em português.

Apenas R$ 10,90 (3 Meses de Acesso)

Quero Ser Apoiador(a)


Ao executar este código Delphi nós teremos o seguinte resultado:

Desvio Padrão Populacional: 30.0
Desvio Padrão Amostral: 34.64101615137755

Veja que, para calcular o Desvio Padrão Populacional, nós dividimos o somatório pela quantidade de elementos no conjunto, enquanto, para calcular o Desvio Padrão Amostral, nós dividimos o somatório pela quantidade de elementos - 1 (cuidado com a divisão por zero no caso de um conjunto com apenas um elemento).


Desafios, Exercícios e Algoritmos Resolvidos de Delphi

Veja mais Dicas e truques de Delphi

Dicas e truques de outras linguagens

Quem Somos

Osmar J. Silva
Programador Freelancer
WhatsApp +55 (062) 98553-6711

Goiânia-GO
Programador Freelancer - Full Stack Developer, Professional Java Developer, PHP, C/C++, Python Programmer, wxWidgets Professional C++ Programmer, Freelance Programmer. Formado em Ciência da Computação pela UNIP (Universidade Paulista Campus Goiânia) e cursando Engenharia Civil pela PUC-Goiás. Possuo conhecimentos avançados de Java, Python, JavaScript, C, C++, PHP, C#, VB.NET, Delphi, Android, Perl, e várias tecnologias que envolvem o desenvolvimento web, desktop, front-end e back-end. Atuo há mais de 20 anos como programador freelancer, atendendo clientes no Brasil, Portugal, Argentina e vários outros paises.
Entre em contato comigo para, juntos, vermos em que posso contribuir para resolver ou agilizar o desenvolvimento de seus códigos.
José de Angelis
Programador Freelancer
WhatsApp +55 (062) 98243-1195

Goiânia-GO
Programador Freelancer - Formado em Sistemas de Informação pela Faculdade Delta, Pós graduado em Engenharia de Software (PUC MINAS), Pós graduado Marketing Digital (IGTI) com ênfase em Growth Hacking. Mais de 15 anos de experiência em programação Web. Marketing Digital focado em desempenho, desenvolvimento de estratégia competitiva, analise de concorrência, SEO, webvitals, e Adwords, Métricas de retorno. Especialista Google Certificado desde 2011 Possui domínio nas linguagens PHP, C#, JavaScript, MySQL e frameworks Laravel, jQuery, flutter. Atualmente aluno de mestrado em Ciência da Computação (UFG)
Não basta ter um site. É necessário ter um site que é localizado e converte usuários em clientes. Se sua página não faz isso, Fale comigo e vamos fazer uma analise e conseguir resultados mais satisfatórios..

Linguagens Mais Populares

1º lugar: Java
2º lugar: Python
3º lugar: C#
4º lugar: PHP
5º lugar: Delphi
6º lugar: C
7º lugar: JavaScript
8º lugar: C++
9º lugar: VB.NET
10º lugar: Ruby

Códigos Fonte

Programa de Gestão Financeira Controle de Contas a Pagar e a Receber com Cadastro de Clientes e FornecedoresSoftware de Gestão Financeira com código fonte em PHP, MySQL, Bootstrap, jQuery - Inclui cadastro de clientes, fornecedores e ticket de atendimento
Diga adeus às planilhas do Excel e tenha 100% de controle sobre suas contas a pagar e a receber, gestão de receitas e despesas, cadastro de clientes e fornecedores com fotos e histórico de atendimentos. Código fonte completo e funcional, com instruções para instalação e configuração do banco de dados MySQL. Fácil de modificar e adicionar novas funcionalidades. Clique aqui e saiba mais
Controle de Estoque completo com código fonte em PHP, MySQL, Bootstrap, jQuery - 100% funcional e fácil de modificar e implementar novas funcionalidadesControle de Estoque completo com código fonte em PHP, MySQL, Bootstrap, jQuery - 100% funcional e fácil de modificar e implementar novas funcionalidades
Tenha o seu próprio sistema de controle de estoque web. com cadastro de produtos, categorias, fornecedores, entradas e saídas de produtos, com relatórios por data, margem de lucro e muito mais. Código simples e fácil de modificar. Acompanha instruções para instalação e criação do banco de dados MySQL. Clique aqui e saiba mais


© 2024 Arquivo de Códigos - Todos os direitos reservados
Neste momento há 35 usuários muito felizes estudando em nosso site.