Desafios e Lista de Exercícios Resolvidos: Java | Python | VisuAlg | Portugol | C | C# | VB.NET | C++
Você está aqui: JSP (Java Server Pages) ::: Dicas de Estudo e Anotações ::: Passos Iniciais

Aprenda a importar suas próprias classes para uma página JSP

Quantidade de visualizações: 12154 vezes
Vimos em dicas anteriores que pacotes de classes ou classes individuais podem ser importados para uma página JSP usando-se o atributo import na diretiva de página:

<%@ page import="java.util.*" %>

Neste tópico veremos como é possível criar nossas próprias classes e usá-las em uma página JSP. Será um bom exercício antes de estudarmos JavaBeans. Comece escrevendo a seguinte classe:

Código para Estados.java:
package estudos;

public class Estados{
  String selecionado;
  String estados[] = {"GO", "MT", "SP", "RJ", "TO",
                      "MA", "RS", "MG", "CE", "SC"};

  public Estados(String sel){
    selecionado = sel;
  }

  public Estados(){
    selecionado = estados[0];
  }

  public String toString(){
    String html = "<select name="estado">
";

    for(int i = 0; i < estados.length; i++){
      if(estados[i].equals(selecionado))
        html += " <option value="" + 
             estados[i] + "" selected>" + 
             estados[i] + "</option>
";
      else
        html += " <option value="" + estados[i] + "">" + 
             estados[i] + "</option>
"; 
    }

    html += "</select>";

    return html;
  }
}
Experimente compilar esta classe e vamos analisá-la cuidadosamente. O primeiro passo é observar que esta classe fará parte de um pacote chamado estudos:

package estudos;

Assim, nossa primeira preocupação é como disponibilizar a classe de modo que a aplicação web a encontre. Nada muito complicado. Tudo que você tem a fazer é criar um diretório chamado estudos dentro do diretório classes que está contido no diretório WEB-INF de sua aplicação web. Agora copie o arquivo Estados.class para o diretório recém-criado.

Nota: Se você fizer alterações na classe depois de esta ser disponibilizada para o container, pode haver a necessidade de reiniciar a aplicação web para que as alterações sejam refletidas. Visite www.recomende.com para aprender como fazer isso no Tomcat.

O nome de nossa classe personalizada é Estudos e servirá para montar um elemento HTML select contendo os nomes de todos os estados. Esta classe contém duas variáveis globais. A primeira é apenas uma String que armazenará o valor do estado que deverá aparecer selecionado no elemento select:

String selecionado;

A segunda variável é um array do tipo String contendo os estados a serem mostrados no elemento:
String estados[] = {"GO", "MT", "SP", "RJ", "TO",
                    "MA", "RS", "MG", "CE", "SC"};
Por questões de espaço não coloquei todos os estados, faça isso se quiser usar este código em uma aplicação real.

O primeiro construtor da classe receberá como argumento o estado que deverá estar selecionado e o fornecerá à variável global selecionado:
public Estados(String sel){
  selecionado = sel;
}
O segundo construtor (que pode ser chamado sem argumentos) simplesmente fornece o primeiro elemento do array estados à variável selecionado:
public Estados(){
  selecionado = estados[0];
}
E agora a parte mais complexa da classe: o método toString. É com o auxilio deste método que conseguimos montar o elemento select na página. A primeira linha do método:

String html = "<select name="estado"> ";

cria uma variável chamada html e define como seu valor a tag de abertura do elemento select. Fique atento ao uso da barra de escape "" para preservar as aspas que circundam os valores fornecidos aos atributos do elemento. A quebra de linha não é obrigatória. Ela apenas ajudará na formatação do código fonte da página.

Em seguida temos um laço for que é executado uma vez para cada elemento do array estados:
for(int i = 0; i < estados.length; i++){
  // o código do laço vai aqui
}
Na primeira linha dentro deste laço nós testamos se o valor do array sendo lido é igual ao conteúdo da variável selecionado. Se o teste resultar verdadeiro, nós acrescentamos o atributo selected ao elemento option. Isso faz com que o valor seja selecionado quando o elemento select for exibido na página:
if(estados[i].equals(selecionado))
  html += " <option value="" + estados[i] + "" 
     selected>" + estados[i] + "</option>
";
else
  html += " <option value="" + estados[i] + "">" +
     estados[i] + "</option>
"; 
se o teste resultar falso nós simplesmente criamos elementos option com os valores do array.

A linha:

return html;

Devolverá à página JSP o conteúdo HTML a ser exibido.

Pronto. A classe já está criada. Agora é hora de testá-la em uma página JSP. Veja o código:

Código para testar_classe.jsp:
<%@ page language="java" import="estudos.*" %>
<html>
<head>
<title>Importando classes personalizadas</title>
</head>
<body>

<form>
Selecione o Estado: <%= new Estados("MT") %>
</form>

</body>
</html>
Execute esta página e observe o resultado obtido.

Veja como a classe é importada:

<%@ page language="java" import="estudos.*" %>

Aqui estamos importando todo o pacote estudos. Se quiser importar apenas a classe Estados, basta alterar a diretiva para:

<%@ page language="java" import="estudos.Estados" %>

Observe agora a expressão JSP usada para exibir os estados na página:

<%= new Estados("MT") %>

Tudo que fizemos aqui foi construir uma instancia da classe Estados e fornecer o valor que deverá aparecer selecionado no elemento select. Experimente construir uma instancia usando o construtor padrão (sem argumentos):

<%= new Estados() %>

Estude bastante este tópico. Será o ponto de partida para o uso de JavaBeans e construções de bibliotecas de tags personalizadas.

Link para compartilhar na Internet ou com seus amigos:

Java ::: Aplicativos Completos ::: Fontes

Como criar um visualizador de fontes em Java Swing - Código fonte completo

Quantidade de visualizações: 10023 vezes
Código completo Java: Como escrever um visualizador de fontes em Java Swing

Nesta dica eu mostro o código completo para uma aplicação GUI usado Java Swing e que permite visualizar as fontes instaladas no sistema. Ao clicar em uma das fontes exibidas em uma JList, o texto da JLabel é formatado de acordo com a fonte escolhida.

Note que montei toda a GUI em código mesmo, ou seja, sem usar o editor visual do Netbeans ou outra IDE. Esse é um bom exercício para entender os elementos que compõem interfaces gráficas do Java Swing.

Eis o código completo para o exemplo:

Este trecho de código ou resolução de exercício faz parte da Coleção 12.000 Dicas e Truques de Programação e 1.500 Exercícios Resolvidos em Java, Python, VisuAlg, Portugol, Delphi, C#, C, C++, VB.NET, AutoCAD, Civil 3D, Revit, PyQGIS, Golang, Pascal, Ruby, PHP, e várias outras linguagens.

Aprenda a programar resolvendo problemas do mundo real. Tudo em português, com comentários em português.

Apenas R$ 10,90 (3 Meses de Acesso)

Quero Ser Apoiador(a)


Ao executá-lo você terá um resultado parecido com:




Java ::: Pacote java.awt.event ::: KeyEvent

Java Swing para iniciantes - Como usar o método getKeyCode() da classe KeyEvent para detectar qual tecla de direção (setas) foi pressionada

Quantidade de visualizações: 3151 vezes
Em algumas situações nós precisamos detectar qual das teclas de direção (setas) o usuário pressionou. Para isso podemos usar o método getKeyCode() da classe KeyEvent e testar se o código equivale a uma das constantes KeyEvent.VK_UP, KeyEvent.VK_DOWN, KeyEvent.VK_RIGHT ou KeyEvent.VK_LEFT. Veja o exemplo:

Este trecho de código ou resolução de exercício faz parte da Coleção 12.000 Dicas e Truques de Programação e 1.500 Exercícios Resolvidos em Java, Python, VisuAlg, Portugol, Delphi, C#, C, C++, VB.NET, AutoCAD, Civil 3D, Revit, PyQGIS, Golang, Pascal, Ruby, PHP, e várias outras linguagens.

Aprenda a programar resolvendo problemas do mundo real. Tudo em português, com comentários em português.

Apenas R$ 10,90 (3 Meses de Acesso)

Quero Ser Apoiador(a)


É importante observar que as teclas de direção podem ser detectadas somente nos eventos keyPressed e keyReleased.


Java ::: Java + MySQL ::: Passos Iniciais

Java MySQL - Como efetuar uma conexão Java + JDBC + MySQL usando o NetBeans IDE

Quantidade de visualizações: 7807 vezes
Se sua intenção é usar a linguagem Java em combinação com o banco de dados MySQL, o primeiro passo é aprender como se conectar a este banco de dados usando JDBC (Java Database Connectivity). Para isso, siga atentamente os passos abaixo:

a) Pesquise e baixe o driver Sun Microsystem's JDBC Driver for MySQL. A versão mais recente deste driver é chamada de MySQL Connector/J e pode ser baixada no endereço http://dev.mysql.com/downloads. Durante a autoria deste artigo, o nome do arquivo a ser baixado era semelhante à mysql-connector-java-5.1.10.zip.

b) Depois de descompactar o arquivo baixado, adicione uma referência para o Jar mysql-connector-java-5.1.10-bin.jar. Se você estiver usando NetBeans, crie uma nova aplicação. Em seguida clique com o botão direito em Bibliotecas -> Adicionar Jar/pasta e localize o jar. Em seguida clique o botão Open.

c) Hora de efetuar uma conexão com o banco de dados. Para este exemplo eu fiz uma conexão com o MySQL 5.0 (o nome da base de dados que usei foi "estudos"). Veja o código:

Este trecho de código ou resolução de exercício faz parte da Coleção 12.000 Dicas e Truques de Programação e 1.500 Exercícios Resolvidos em Java, Python, VisuAlg, Portugol, Delphi, C#, C, C++, VB.NET, AutoCAD, Civil 3D, Revit, PyQGIS, Golang, Pascal, Ruby, PHP, e várias outras linguagens.

Aprenda a programar resolvendo problemas do mundo real. Tudo em português, com comentários em português.

Apenas R$ 10,90 (3 Meses de Acesso)

Quero Ser Apoiador(a)


Execute a aplicação. Se tudo correu bem você verá o resultado:

Conexão obtida com sucesso.


jQuery ::: Dicas & Truques ::: Manipulação e Conteúdo Dinâmico

Como usar a função text() do jQuery para obter o conteúdo de um elemento HTML desconsiderando as tags

Quantidade de visualizações: 9889 vezes
Enquanto o método html() nos permite obter o conteúdo de um elemento HTML incluindo as tags, o método text() permite a mesma operação, porém, desconsiderando quaisquer tags HTML que forem encontradas. Considere o elemento DIV a seguir:

Este trecho de código ou resolução de exercício faz parte da Coleção 12.000 Dicas e Truques de Programação e 1.500 Exercícios Resolvidos em Java, Python, VisuAlg, Portugol, Delphi, C#, C, C++, VB.NET, AutoCAD, Civil 3D, Revit, PyQGIS, Golang, Pascal, Ruby, PHP, e várias outras linguagens.

Aprenda a programar resolvendo problemas do mundo real. Tudo em português, com comentários em português.

Apenas R$ 10,90 (3 Meses de Acesso)

Quero Ser Apoiador(a)


Veja agora o código JavaScript que obtém o conteúdo entre as tags <div> e </div>:

Este trecho de código ou resolução de exercício faz parte da Coleção 12.000 Dicas e Truques de Programação e 1.500 Exercícios Resolvidos em Java, Python, VisuAlg, Portugol, Delphi, C#, C, C++, VB.NET, AutoCAD, Civil 3D, Revit, PyQGIS, Golang, Pascal, Ruby, PHP, e várias outras linguagens.

Aprenda a programar resolvendo problemas do mundo real. Tudo em português, com comentários em português.

Apenas R$ 10,90 (3 Meses de Acesso)

Quero Ser Apoiador(a)


Veja que enquato o método html() retorna a string "<button>Clique Aqui</button>", o método text() retorna apenas "Clique Aqui". Observe também que o método text() atuará em todos os elementos retornados em uma determinada condição.

O retorno deste método é uma string.


C# ::: Fundamentos da Linguagem ::: Estruturas de Controle

Como usar if e if..else em C# - A estrutura condicional if do C#

Quantidade de visualizações: 21465 vezes
A instrução condicional if (se) é usada quando queremos testar uma condição e, baseado nesta, executar alguma ação. Veja:

Este trecho de código ou resolução de exercício faz parte da Coleção 12.000 Dicas e Truques de Programação e 1.500 Exercícios Resolvidos em Java, Python, VisuAlg, Portugol, Delphi, C#, C, C++, VB.NET, AutoCAD, Civil 3D, Revit, PyQGIS, Golang, Pascal, Ruby, PHP, e várias outras linguagens.

Aprenda a programar resolvendo problemas do mundo real. Tudo em português, com comentários em português.

Apenas R$ 10,90 (3 Meses de Acesso)

Quero Ser Apoiador(a)


Execute o código e veja que o texto "O valor é maior que 10" é exibido somente se o valor da variável valor for maior que 10. Note que neste teste temos somente uma instrução. Neste caso as chaves { e } podem ser omitidas:

Este trecho de código ou resolução de exercício faz parte da Coleção 12.000 Dicas e Truques de Programação e 1.500 Exercícios Resolvidos em Java, Python, VisuAlg, Portugol, Delphi, C#, C, C++, VB.NET, AutoCAD, Civil 3D, Revit, PyQGIS, Golang, Pascal, Ruby, PHP, e várias outras linguagens.

Aprenda a programar resolvendo problemas do mundo real. Tudo em português, com comentários em português.

Apenas R$ 10,90 (3 Meses de Acesso)

Quero Ser Apoiador(a)


No entanto, quando duas ou mais instrução forem executadas, as chaves { e } são obrigatórias. Note também que o resultado do teste de uma instrução condicional if deve ser sempre true ou false.

A instrução if..else (se..ou então) é útil quando queremos executar uma ação se uma condição for satisfeita e outra ação caso contrário. Veja:

Este trecho de código ou resolução de exercício faz parte da Coleção 12.000 Dicas e Truques de Programação e 1.500 Exercícios Resolvidos em Java, Python, VisuAlg, Portugol, Delphi, C#, C, C++, VB.NET, AutoCAD, Civil 3D, Revit, PyQGIS, Golang, Pascal, Ruby, PHP, e várias outras linguagens.

Aprenda a programar resolvendo problemas do mundo real. Tudo em português, com comentários em português.

Apenas R$ 10,90 (3 Meses de Acesso)

Quero Ser Apoiador(a)


Há ainda os casos em que temos que testar várias condições. Observe:

Este trecho de código ou resolução de exercício faz parte da Coleção 12.000 Dicas e Truques de Programação e 1.500 Exercícios Resolvidos em Java, Python, VisuAlg, Portugol, Delphi, C#, C, C++, VB.NET, AutoCAD, Civil 3D, Revit, PyQGIS, Golang, Pascal, Ruby, PHP, e várias outras linguagens.

Aprenda a programar resolvendo problemas do mundo real. Tudo em português, com comentários em português.

Apenas R$ 10,90 (3 Meses de Acesso)

Quero Ser Apoiador(a)



Desafios, Exercícios e Algoritmos Resolvidos de C#

Veja mais Dicas e truques de C#

Dicas e truques de outras linguagens

Quem Somos

Osmar J. Silva
Programador Freelancer
WhatsApp +55 (062) 98553-6711

Goiânia-GO
Programador Freelancer - Full Stack Developer, Professional Java Developer, PHP, C/C++, Python Programmer, wxWidgets Professional C++ Programmer, Freelance Programmer. Formado em Ciência da Computação pela UNIP (Universidade Paulista Campus Goiânia) e cursando Engenharia Civil pela PUC-Goiás. Possuo conhecimentos avançados de Java, Python, JavaScript, C, C++, PHP, C#, VB.NET, Delphi, Android, Perl, e várias tecnologias que envolvem o desenvolvimento web, desktop, front-end e back-end. Atuo há mais de 20 anos como programador freelancer, atendendo clientes no Brasil, Portugal, Argentina e vários outros paises.
Entre em contato comigo para, juntos, vermos em que posso contribuir para resolver ou agilizar o desenvolvimento de seus códigos.
José de Angelis
Programador Freelancer
WhatsApp +55 (062) 98243-1195

Goiânia-GO
Programador Freelancer - Formado em Sistemas de Informação pela Faculdade Delta, Pós graduado em Engenharia de Software (PUC MINAS), Pós graduado Marketing Digital (IGTI) com ênfase em Growth Hacking. Mais de 15 anos de experiência em programação Web. Marketing Digital focado em desempenho, desenvolvimento de estratégia competitiva, analise de concorrência, SEO, webvitals, e Adwords, Métricas de retorno. Especialista Google Certificado desde 2011 Possui domínio nas linguagens PHP, C#, JavaScript, MySQL e frameworks Laravel, jQuery, flutter. Atualmente aluno de mestrado em Ciência da Computação (UFG)
Não basta ter um site. É necessário ter um site que é localizado e converte usuários em clientes. Se sua página não faz isso, Fale comigo e vamos fazer uma analise e conseguir resultados mais satisfatórios..

Linguagens Mais Populares

1º lugar: Java
2º lugar: Python
3º lugar: C#
4º lugar: PHP
5º lugar: Delphi
6º lugar: C
7º lugar: JavaScript
8º lugar: C++
9º lugar: VB.NET
10º lugar: Ruby

Códigos Fonte

Programa de Gestão Financeira Controle de Contas a Pagar e a Receber com Cadastro de Clientes e FornecedoresSoftware de Gestão Financeira com código fonte em PHP, MySQL, Bootstrap, jQuery - Inclui cadastro de clientes, fornecedores e ticket de atendimento
Diga adeus às planilhas do Excel e tenha 100% de controle sobre suas contas a pagar e a receber, gestão de receitas e despesas, cadastro de clientes e fornecedores com fotos e histórico de atendimentos. Código fonte completo e funcional, com instruções para instalação e configuração do banco de dados MySQL. Fácil de modificar e adicionar novas funcionalidades. Clique aqui e saiba mais
Controle de Estoque completo com código fonte em PHP, MySQL, Bootstrap, jQuery - 100% funcional e fácil de modificar e implementar novas funcionalidadesControle de Estoque completo com código fonte em PHP, MySQL, Bootstrap, jQuery - 100% funcional e fácil de modificar e implementar novas funcionalidades
Tenha o seu próprio sistema de controle de estoque web. com cadastro de produtos, categorias, fornecedores, entradas e saídas de produtos, com relatórios por data, margem de lucro e muito mais. Código simples e fácil de modificar. Acompanha instruções para instalação e criação do banco de dados MySQL. Clique aqui e saiba mais


© 2024 Arquivo de Códigos - Todos os direitos reservados
Neste momento há 36 usuários muito felizes estudando em nosso site.