Você está aqui: Java ::: Lista de Exercícios Resolvidos (Algorítmos Resolvidos) ::: Programação Orientada a Objetos

Exercícios Resolvidos de Java - Programação Orientada a Objetos - Uma classe Temperatura que converte graus Celsius em Fahrenheit e vice-versa

Quantidade de visualizações: 1101 vezes
Exercício Resolvido de Java - POO - Programação Orientada a Objetos - Uma classe Temperatura que converte graus Celsius em Fahrenheit e vice-versa

Pergunta/Tarefa:

Escreva uma classe Java chamada Temperatura que converterá graus Celsius em Fahrenheit e vice-versa. Esta classe não possuirá nenhuma variável, nem de instância nem de classe, somente dois métodos, que deverão ter as seguintes assinaturas:

double celsiusParaFahrenheit(double)
double fahrenheitParaCelsius(double)
Note que os dois métodos recebem um argumento do tipo double e retorna um valor double.

Para facilitar a resolução, seguem abaixo as regras de conversão:

Celsius para Fahrenheit: F = (1,8 x C) + 32
Fahrenheit para Celsius: C = (F - 32) / 1,8

Depois de escrever a classe Temperatura, use o método main() da classe principal da aplicação Java para testar suas funcionalides.

Sua saída deverá ser parecida com:



Resposta/Solução:

Veja a resolução comentada deste exercício usando Java console:

Código para a classe Temperatura.java:

package arquivodecodigos;

public class Temperatura {
  // converte de Celsius para Fahrenheit
  public double celsiusParaFahrenheit(double c){
    double f = (1.8 * c) + 32;
    return f;  
  }
  
  // converte de Fahrenheit para Celsius
  public double fahrenheitParaCelsius(double f){
    double c = (f - 32) / 1.8;  
    return c;  
  }    
}

Código para a classe Principal.java:

package arquivodecodigos;

import java.util.Scanner;

public class Principal{ 
  public static void main(String args[]){ 
    // vamos criar um objeto da classe Temperatura
    Temperatura t = new Temperatura();
    
    // vamos fazer a leitura do usuário
    Scanner entrada = new Scanner(System.in);
    
    // primeiro de Celsius para Fahrenheit
    System.out.print("Informe o grau em Celsius: ");
    double celsius = Double.parseDouble(entrada.nextLine());
    System.out.println(celsius + " graus Celsius equivale a " +
      t.celsiusParaFahrenheit(celsius) + " graus Fahrenheit.");
    
    // agora de Fahrenheit para Celsius
    System.out.print("Informe o grau em Fahrenheit: ");
    double fahrenheit = Double.parseDouble(entrada.nextLine());
    System.out.println(celsius + " graus Fahrenheit equivale a " +
      t.fahrenheitParaCelsius(fahrenheit) + " graus Celsius.");
  } 
}



Java ::: Dicas & Truques ::: Trigonometria - Funções Trigonométricas

Como calcular o cosseno de um número ou ângulo em Java usando o método cos() da classe Math

Quantidade de visualizações: 104 vezes
Em geral, quando falamos de cosseno, estamos falando do triângulo retângulo de Pitágoras (Teorema de Pitágoras). A verdade é que podemos usar a função cosseno disponível nas linguagens de programação para calcular o cosseno de qualquer número, mesmo nossas aplicações não tendo nenhuma relação com trigonometria.

No entanto, é sempre importante entender o que é a função cosseno. Veja a seguinte imagem:



Veja que temos um triângulo retângulo com as medidas já calculadas para a hipotenusa e os dois catetos, assim como os ângulos entre eles.

Assim, o cosseno é a razão entre o cateto adjascente e a hipotenusa, ou seja, o cateto adjascente dividido pela hipotenusa. Veja a fórmula:

\[\text{Cosseno} = \frac{\text{Cateto adjascente}}{\text{Hipotenusa}} \]

Então, se dividirmos 30 por 36.056 (na figura eu arredondei) nós teremos 0.8320, que é a razão entre o cateto adjascente e a hipotenusa (em radianos).

Agora, experimente calcular o arco-cosseno de 0.8320. O resultado será 0.5881 (em radianos). Convertendo 0.5881 radianos para graus, nós obtemos 33.69º, que é exatamente o ângulo em graus entre o cateto adjascente e a hipotenusa na figura acima.

Pronto! Agora que já sabemos o que é cosseno na trigonometria, vamos entender mais sobre a função cos() da linguagem Java. Esta método, que faz parte da classe Math, recebe um valor numérico e retorna um valor, também numérico) entre -1 até 1 (ambos inclusos). Veja:

package arquivodecodigos;

public class Estudos{
  public static void main(String args[]){
    System.out.println("Cosseno de 0 = " + Math.cos(0));
    System.out.println("Cosseno de 1 = " + Math.cos(1));
    System.out.println("Cosseno de 2 = " + Math.cos(2));
  }
} 

Ao executar este código Java nós teremos o seguinte resultado:

Cosseno de 0 = 1.0
Cosseno de 1 = 0.5403023058681398
Cosseno de 2 = -0.4161468365471424

Note que calculamos os cossenos dos valores 0, 1 e 2. Observe como os resultados conferem com a curva da função cosseno mostrada abaixo:




Java ::: Pacote java.lang ::: StringBuffer

Java do básico ao avançado - Como usar o método append() para adicionar mais conteúdo ao final de um StringBuffer

Quantidade de visualizações: 2948 vezes
O método append() da classe StringBuffer se torna útil quando precisamos adicionar mais conteúdo ao final de um objeto desta classe. Este método possui, no Java 7, as seguintes sobrecargas:

public StringBuffer append(Object obj)
public StringBuffer append(String str)
public StringBuffer append(StringBuffer sb)
public StringBuffer append(CharSequence s)
public StringBuffer append(CharSequence s, int start, int end)
public StringBuffer append(char[] str)
public StringBuffer append(char[] str, int offset, int len)
public StringBuffer append(boolean b)
public StringBuffer append(char c)
public StringBuffer append(int i)
public StringBuffer append(long lng)
public StringBuffer append(float f)
public StringBuffer append(double d)

Note que em todas as sobrecargas do método, o retorno é um objeto da classe StringBuffer. Mas, não é um novo objeto StringBuffer. É uma referência ao objeto StringBuffer já existente.

Veja um exemplo no qual usamos este método para adicionar mais duas palavras ao conteúdo do StringBuffer:

package estudos;

public class Estudos{
  public static void main(String[] args) {
    // um StringBuffer contendo uma frase
    StringBuffer frase = new StringBuffer("Gosto muito de programar");
    
    // vamos adicionar mais duas palavras ao final do StringBuffer
    frase.append(" em");
    frase.append(" Java");
    
    // agora mostramos o resultado
    System.out.println(frase);
    
    System.exit(0);  
  }
}

Ao executarmos este código nós teremos o seguinte resultado:

Gosto muito de programar em Java


Java ::: Lista de Exercícios Resolvidos (Algorítmos Resolvidos) ::: Laços

Laços - Exercícios Resolvidos de Java - Ex. 22 - Usando o laço for para exibir a tabela de caracteres ASCII de 1 até 127

Quantidade de visualizações: 642 vezes
Pergunta/Tarefa:

Escreva um programa Java console que usa o laço for para exibir a tabela de caracteres que são equivalentes aos códigos ASCII de 1 até 127.

Sua saída deverá ser parecida com:



Resposta/Solução:

Veja a resolução comentada deste exercício usando Java console:

package arquivodecodigos;

public class Estudos{
  public static void main(String[] args){
    // um laço que começa em 1 e termina em 127
    for(int i = 1; i <= 127; i++){
      // vamos obter o caractere correspondente
      char c = (char)(i);
      // vamos exibí-lo
      System.out.print(c + "   ");
      
      // é hora de quebrar a linha?
      if(i % 10 == 0){
        System.out.println();
      }
    }
    
    System.out.println();
  }
}



Java ::: Lista de Exercícios Resolvidos (Algorítmos Resolvidos) ::: Recursão (Recursividade)

Recursividade - Exercícios Resolvidos de Java - Ex. 11 - Resolvendo o problema da Torre de Hanói (The Towers of Hanoi) recursivamente

Quantidade de visualizações: 1256 vezes
Pergunta/Tarefa:

Torre de Hanói é um "quebra-cabeça" que consiste em uma base contendo três pinos, em um dos quais são dispostos alguns discos uns sobre os outros, em ordem crescente de diâmetro, de cima para baixo. O problema consiste em passar todos os discos de um pino para outro qualquer, usando um dos pinos como auxiliar, de maneira que um disco maior nunca fique em cima de outro menor em nenhuma situação. O número de discos pode variar sendo que o mais simples contém apenas três.

A solução da Torre de Hanói (The Towers of Hanoi) pode ser feita recursivamente da seguinte forma:

O caso base (parada da recursão) é quando n = 1. Se n = 1 nós podemos simplesmente mover o disco de A para B, sem precisar passar pelo pino C. Quando n > 1 nós podemos dividir o problema original em três sub-problemas e resolvê-los sequencialmente.

1) Mova os primeiros n - 1 discos de A para C com a ajuda do pino B;
2) Mova o disco n de A para B;
3) Mova n - 1 discos do pino C para o pino B com a ajuda do pino A.

Além de resolver o problema, seu programa deverá informar quantas chamadas recursivas foram feitas. Sua saída deverá ser parecida com:



Resposta/Solução:

Veja a resolução comentada deste exercício usando Java console:

package arquivodecodigos;

 
import java.util.Scanner;
 
public class Estudos {
  static int quantChamadasRecursivas = 0; // registra as chamadas recursivas  
     
  public static void main(String[] args) {
    Scanner entrada = new Scanner(System.in);
       
    // vamos ler a quantidade de discos a serem usados na simulação
    System.out.print("Informe a quantidade de discos: ");
    int discos = Integer.parseInt(entrada.nextLine());
 
    // resolve o problema recusivamente
    System.out.println("\nOs movimentos para resolver o problema foram:\n");
    moverDiscos(discos, 'A', 'B', 'C');
    System.out.println("\nForam feitas " + quantChamadasRecursivas + 
      " chamadas recursivas");
    System.out.println();
  }
   
  // método recursivo que resolve o problema da Torre de Hanói
  public static void moverDiscos(int n, char daTorre, char paraTorre, 
    char torreAux) {
    quantChamadasRecursivas++; // registra mais uma chamada recursiva
       
    if(n == 1){ // condição de parada
      System.out.println("Movendo o disco " + n + " de " + daTorre + " para " + 
        paraTorre);
    }
    else{ // faz mais uma chamada recursiva
      moverDiscos(n - 1, daTorre, torreAux, paraTorre);
      System.out.println("Movendo o disco " + n + " de " + daTorre + " para " + 
        paraTorre);
      moverDiscos(n - 1, torreAux, paraTorre, daTorre);
    }
  }
}



Java ::: Dicas & Truques ::: Trigonometria - Funções Trigonométricas

Como calcular a área de um círculo usando Java

Quantidade de visualizações: 29761 vezes
A área de um círculo pode ser calculada por meio do produto entre a constante PI e a medida do raio ao quadrado (r2). Comece analisando a figura abaixo:



Sendo assim, temos a seguinte fórmula:



Onde A é a área, PI equivale a 3,14 (aproximadamente) e r é o raio do círculo.

A área do círculo é igual a calcular a área da circunferência. Lembrando que a medida da área do círculo e da circunferência é uma medida aproximada.

O raio é a medida que vai do centro até um ponto da extremidade do círculo. O diâmetro é a medida equivalente ao dobro da medida do raio, passando pelo centro do círculo e dividindo-o em duas partes. A medida do diâmetro é 2 * PI.

Veja agora um código Java completo que calcula a área de um círculo mediante a informação do raio:

package arquivodecodigos;

import java.util.Scanner;

public class Estudos{
  public static void main(String[] args){
    double area, raio;
 
    Scanner in = new Scanner(System.in);
    System.out.print("Informe o raio do círculo: ");
    raio = Float.parseFloat(in.nextLine());
    area = Math.PI * Math.pow(raio, 2);
    System.out.println("A area do círculo de raio " +
      raio + " é igual a " + area);

    System.exit(0);
  }
}

Ao executarmos este código nós teremos o seguinte resultado:

Informe o raio do círculo: 5
A area do círculo de raio 5.0 é igual a 78.53981633974483


Veja mais Dicas e truques de Java

Dicas e truques de outras linguagens

Quem Somos

Osmar J. Silva
WhatsApp +55 (062) 98553-6711

Goiânia-GO
Full Stack Developer, Professional Java Developer, PHP, C/C++, Python Programmer, wxWidgets Professional C++ Programmer, Freelance Programmer. Formado em Ciência da Computação pela UNIP (Universidade Paulista Campus Goiânia) e cursando Engenharia Elétrica pela PUC-Goiás. Possuo conhecimentos avançados de Java, Python, JavaScript, C, C++, PHP, C#, VB.NET, Delphi, Android, Perl, e várias tecnologias que envolvem o desenvolvimento web, desktop, front-end e back-end. Atuo há mais de 15 anos como programador freelancer, atendendo clientes no Brasil, Portugal, Argentina e vários outros paises.
Entre em contato comigo para, juntos, vermos em que posso contribuir para resolver ou agilizar o desenvolvimento de seus códigos.
José de Angelis
WhatsApp +55 (062) 98243-1195

Goiânia-GO
Formado em Sistemas de Informação pela Faculdade Delta, Pós graduado em Engenharia de Software (PUC MINAS), Pós graduado Marketing Digital (IGTI) com ênfase em Growth Hacking. Mais de 15 anos de experiência em programação Web. Marketing Digital focado em desempenho, desenvolvimento de estratégia competitiva, analise de concorrência, SEO, webvitals, e Adwords, Métricas de retorno. Especialista Google Certificado desde 2011 Possui domínio nas linguagens PHP, C#, JavaScript, MySQL e frameworks Laravel, jQuery, flutter. Atualmente aluno de mestrado em Ciência da Computação (UFG)
Não basta ter um site. É necessário ter um site que é localizado e converte usuários em clientes. Se sua página não faz isso, Fale comigo e vamos fazer uma analise e conseguir resultados mais satisfatórios..

Linguagens Mais Populares

1º lugar: Java
2º lugar: C#
3º lugar: PHP
4º lugar: Delphi
5º lugar: Python
6º lugar: JavaScript
7º lugar: C
8º lugar: C++
9º lugar: VB.NET
10º lugar: JSP (Java Server Pages)



© 2021 Arquivo de Códigos - Todos os direitos reservados | Versión en Español | Versão em Português