Você está aqui: Java ::: Fundamentos da Linguagem ::: Modificadores

O modificador synchronized

Quantidade de visualizações: 21719 vezes


O modificador synchronized tem seu uso e importância destacados quando várias threads (fluxos de execução) estão sendo executadas em um programa. Tais threads podem tentar acessar métodos de uma ou mais classes ao mesmo tempo. No entanto, pode ser necessário planejarmos o sistema de forma que determinados métodos possam ser acessados por somente uma thread de cada vez, talvez para garantir a integridade de valores das diversas variáveis envolvidas no processo. É aqui que o modificador synchronized é usado.

Ao marcarmos um método como synchronized, o sistema de execução Java garantirá que apenas uma thread de cada vez acesse tal método. Se outras threads tentarem fazer o mesmo, elas serão colocadas em espera até que a thread atual finalize seu trabalho e libere o método.

Um exemplo de aplicação do modificador synchronized pode ser visto em uma classe Pilha. Como sabemos, esta estrutura de dados possui métodos para inserir um novo item no topo da pilha e para removê-lo do topo (lembra? LIFO: Last In First Out). Ora, para evitar que uma thread remova o elemento do topo ao mesmo tempo em que outra está tentando inserir, tais métodos devem ser marcados como synchronized. Isso evitará que os dados sejam corrompidos.


Java ::: Tratamento de Erros ::: Erros de Tempo de Execução

Java para iniciantes - Como tratar o erro OutOfMemoryError no Java

Quantidade de visualizações: 10356 vezes
O erro OutOfMemoryError é apresentado quando a Java Virtual Machine (JVM) não consegue alocar um objeto por falta de memória e o Garbagge Collector não liberou mais memória ainda. Este é um erro que não deve ser apanhado em um bloco try...catch, ou seja, se não há memória para alocar novos objetos, é fácil entender que não haverá memória para tal procedimento. O melhor a fazer é deixar o programa terminar e verificar a causa do problema.

Veja a posição da classe OutOfMemoryError na hierarquia de classes da plataforma Java:

java.lang.Object
  java.lang.Throwable
    java.lang.Error
      java.lang.VirtualMachineError
        java.lang.OutOfMemoryError


Esta classe implementa a interface Serializable.

Uma das causas mais comuns para o erro OutOfMemoryError é a instanciação exagerada de objetos, principalmente em laços (loops). Uma forma de aumentar a memória RAM a ser usada é definindo opções na linha de comando para o java.exe. Algumas destas opções são -Xss64k -Xoss300k -Xms4m e -Xmx10m.


Java ::: Dicas & Truques ::: Expressões Regulares

Java Expressões Regulares - Como substituir todas as ocorrências de uma substring em uma string usando expressões regulares

Quantidade de visualizações: 8156 vezes
Este exemplo mostra como substituir todas as ocorrências de uma substring em uma string usando expressões regulares na linguagem Java.

Nesta dica nós substituimos todas as ocorrências de "Java" por "C++".

Veja o código completo:

package arquivodecodigos;

import java.util.regex.*;
 
public class Estudos{ 
  public static void main(String args[]){ 
    String padrao = "Java";
    Pattern regPat = Pattern.compile(padrao);
    String frase = "Java? Gosto muito de Java.";
    System.out.println("Frase original: " + frase);
    Matcher matcher = regPat.matcher(frase);
    String res = matcher.replaceAll("C++");
    System.out.println("Depois da substituição: " + res);
  } 
} 

Ao executarmos este código Java nós teremos o seguinte resultado:

Frase original: Java? Gosto muito de Java.
Depois da substituição: C++? Gosto muito de C++.


Java ::: Dicas & Truques ::: Programação Orientada a Objetos

Programação orientada a objetos em Java - Java OOP - Como usar variáveis estáticas em suas classes Java

Quantidade de visualizações: 10144 vezes
Variáveis estáticas podem ser definidas em Java por meio do uso da palavra-chave static. Uma variável estática pertence à classe na qual ela é definida e não à cada uma de suas instâncias. Pareceu confuso? Você pode pensar assim: quando definida com o modificador static, uma variável será única na classe, não importa a quantidade de instâncias da classe que serão criadas. Cada uma destas instâncias compartilhará o valor da variável estática.

Além disso, uma variável estática pode ser acessada por meio do nome da classe, sem a necessidade de uma referência a uma de suas instâncias. Uma variável estática pode ser public, private ou protected.

Vamos ver um exemplo? Considere a situação na qual gostaríamos de criar um identificador único para cada um dos objetos de uma classe. Veja o código para a classe Livro:

Código para Livro.java:

package estudos;

public class Livro {
  // variáveis privadas
  private String titulo; // título do livro
  // variável estática que permitirá definir um
  // identificador único para cada livro
  private static int id;

  // construtor da classe Livro
  public Livro(){
    // vamos incrementar a variável estática
    Livro.id++;
  }

  // método que permite obter o id do livro
  public int getId(){
    return Livro.id;
  }

  // método que permite definir o título do livro
  public void setTitulo(String titulo){
    this.titulo = titulo;
  }

  // método que permite obter o título do livro
  public String getTitulo(){
    return this.titulo;
  }
}

Veja agora como criar três objetos da classe Livro a partir do método main() da aplicação:

Código para Main.java:

package estudos;

public class Main {
  public static void main(String[] args) {
    // vamos criar um objeto da classe Livro
    Livro a = new Livro();
    a.setTitulo("Programando em Java 2");

    // vamos exibir os dados do livro
    System.out.println("Id: " + a.getId());
    System.out.println("Titulo: " + a.getTitulo());

    // vamos criar mais um livro
    Livro b = new Livro();
    b.setTitulo("A biblia do C/C++");

    // vamos exibir os dados do livro
    System.out.println("Id: " + b.getId());
    System.out.println("Titulo: " + b.getTitulo());

    // e mais um livro aqui
    Livro c = new Livro();
    c.setTitulo("PHP + MySQL");

    // vamos exibir os dados do livro
    System.out.println("Id: " + c.getId());
    System.out.println("Titulo: " + c.getTitulo());
  }
}

Ao executar esta aplicação teremos o seguinte resultado:

Id: 1
Titulo: Programando em Java 2
Id: 2
Titulo: A biblia do C/C++
Id: 3
Titulo: PHP + MySQL

Como podemos ver, a cada instância criada a variável id é incrementada em 1. Caso você não tenha entendido todo o processo, este incremento acontece no construtor da classe Livro. Veja:

// vamos incrementar a variável estática
Livro.id++;

Nas situações em que as variáveis estáticas são públicas, podemos acessá-la usando o nome da classe seguida de um ponto. Assim, se a variável id fosse pública, poderíamos acessá-la de qualquer lugar de nossa aplicação da seguinte forma:

System.out.println(Livro.id);


Java ::: Dicas & Truques ::: Strings e Caracteres

Java para iniciantes - Como usar o método trim() da classe String para remover espaços antes e depois de uma palavra, frase ou texto

Quantidade de visualizações: 13127 vezes
Em várias ocasiões precisamos tratar textos lidos de arquivos ou informados pelo usuário. Como parte desse tratamento precisamos remover os espaços antes e depois da palavra, frase ou texto informado ou lido.

Para isso podemos usar o método trim() da classe String. Este método recebe como argumento uma string e retorna outra string com os espaços já removidos.

Veja um exemplo completo de seu uso:

// Este exemplo mostra como remover espaços do início
// e fim de uma string
 
public class Estudos{
  public static void main(String[] args){
    String frase = " Programar em Java é bom demais. ";
     
    frase = frase.trim();
     
    System.out.println(frase);
     
    System.exit(0);
  }
}

Este exemplo foi revisado e testado no Java 8.


Java ::: Dicas & Truques ::: Formatação de datas, strings e números

Como usar o método format() da classe NumberFormat do Java para formatar um valor float ou double de acordo com as configurações regionais - Revisado

Quantidade de visualizações: 9180 vezes
Nesta dica mostrarei como usar o método format() da classe NumberFormat da linguagem Java. Esta classe está no pacote java.text e é usada para a formatação e análise de valores numéricos.

Note como usei o método getInstance() sem argumentos. Isso nos permite retornar uma instância de NumberFormat de acordo com as configurações regionais da máquina na qual o código está sendo executado.

Veja o código completo:

package arquivodecodigos;

import java.text.NumberFormat;

public class Estudos{
  public static void main(String[] args){
    // vamos double a ser formatado
    double valor = 1234567.89;
    
    // vamos obter uma instância de acordo com as configurações
    // regionais
    NumberFormat nf = NumberFormat.getInstance();
    // e agora usamos o método format() para formatar
    String numFormatado = nf.format(valor);
    
    // exibimos o valor original
    System.out.println("Sem formatação: " + valor);
    // com formatação
    System.out.println("Com formatação: " + numFormatado); 
  }
}

Ao executar este código nós teremos o seguinte resultado:

Sem formatação: 1234567.89
Com formatação: 1.234.567,89

Esta dica foi revisada e testada no Java 8.


Veja mais Dicas e truques de Java

Dicas e truques de outras linguagens

Quem Somos

Osmar J. Silva
WhatsApp +55 (062) 98553-6711

Goiânia-GO
Full Stack Developer, Professional Java Developer, PHP, C/C++, Python Programmer, wxWidgets Professional C++ Programmer, Freelance Programmer. Formado em Ciência da Computação pela UNIP (Universidade Paulista Campus Goiânia) e cursando Engenharia Elétrica pela PUC-Goiás. Possuo conhecimentos avançados de Java, Python, JavaScript, C, C++, PHP, C#, VB.NET, Delphi, Android, Perl, e várias tecnologias que envolvem o desenvolvimento web, desktop, front-end e back-end. Atuo há mais de 15 anos como programador freelancer, atendendo clientes no Brasil, Portugal, Argentina e vários outros paises.
Entre em contato comigo para, juntos, vermos em que posso contribuir para resolver ou agilizar o desenvolvimento de seus códigos.
José de Angelis
WhatsApp +55 (062) 98243-1195

Goiânia-GO
Formado em Sistemas de Informação pela Faculdade Delta, Pós graduado em Engenharia de Software (PUC MINAS), Pós graduado Marketing Digital (IGTI) com ênfase em Growth Hacking. Mais de 15 anos de experiência em programação Web. Marketing Digital focado em desempenho, desenvolvimento de estratégia competitiva, analise de concorrência, SEO, webvitals, e Adwords, Métricas de retorno. Especialista Google Certificado desde 2011 Possui domínio nas linguagens PHP, C#, JavaScript, MySQL e frameworks Laravel, jQuery, flutter. Atualmente aluno de mestrado em Ciência da Computação (UFG)
Não basta ter um site. É necessário ter um site que é localizado e converte usuários em clientes. Se sua página não faz isso, Fale comigo e vamos fazer uma analise e conseguir resultados mais satisfatórios..

Linguagens Mais Populares

1º lugar: Java
2º lugar: C#
3º lugar: PHP
4º lugar: Delphi
5º lugar: Python
6º lugar: JavaScript
7º lugar: C
8º lugar: C++
9º lugar: VB.NET
10º lugar: JSP (Java Server Pages)



© 2021 Arquivo de Códigos - Todos os direitos reservados | Versión en Español | Versão em Português